15 – Divertida Mente

Há algum tempo as animações tem saído da atmosfera infantil e tem sido cada vez maior o número de jovens e adultos que ao invés de querer gastar seu dinheiro com filmes de ação e terror, acabam preferindo ver esses próprios, e Divertida Mente se encaixa perfeitamente nessa história.

Divertida Mente é uma daquelas animações que eu separei para mim como meu ranking de animações que são: Como Treinar Seu Dragão e Rei Leão, animações que desafiaram seu tempo dando algumas revoluções no mercado dos desenhos.

E Divertidamente se encaixa nisso pelo universo que pode ser explorado infinitamente como mostrado no final do filme, antes de a gente começar a falar do filme que terá spoilers então se você não viu, mas não liga então segue com a gente, se liga então vai lá assistir e depois volta aqui para ler o texto.

Tudo começa no começo hahaha quando Riley nasce e então vemos o primeiro sentimento da garota, a Alegria, mas assim que nasce a Alegria já vemos também outra personagem que é a Tristeza e assim conforme Riley foi crescendo outros personagens em forma de sentimento foram  dando as caras e sendo eles o Raiva, o Medo e a Nojinho, os cinco personagens formam os sentimentos da Riley.

Cada pensamento bom era gerado em formatos de bolas de memórias bem parecido com o sistema de boliche, onde as melhores memórias eram chamadas de memórias bases excelente ideia essa criando assim as ilhas bases para a formação do caráter de Riley.

Até que um dia Riley se muda de casa e tudo na vida da garota começa virar uma bagunça, seus sentimentos começam a entrar em crise quando Alegria e Tristeza são sugados para dentro onde são guardadas as memórias que não são tão importante assim.

É então nesse relance que nunca mais, nunca mais você pensara em seus pensamentos da mesma maneira, todos os seus sentimentos, tudo aquilo que você sentir sempre pensara em seus sentimentos da mesma maneira como Divertida Mente os apresenta.

O interessante é quando vemos em meio à confusão na mente de Riley uma discussão entre seu pai e sua mãe, na qual entramos pela primeira vez nas mentes de seu pai, que frustrado com as mudanças tem como líder do painel a Raiva e também temos a visão da mente da mãe no qual quem está na frente é a Tristeza. Quando a mãe de Riley chama seu marido para ver o que há de errado com sua filha, o sabichão estava pensando na partida de futebol que tinha assistido e nem tinha se tocado no chamado da esposa e cara acontece isso com nós homens mesmo hahaha.

O engraçado é a reação dos sentimentos na cabeça do pai quando ele tenta descobrir o que está acontecendo e os sentimentos da mãe de que ele não estava entendendo nada.

A Pixar está de parabéns por conseguir colocar nossos sentimentos na medida certa e por cada detalhe no filme, a parte da filmagens dos sonhos ficou excelente, a construção de como a Riley ia saindo da sua fase infantil e entrando em sua adolescência deixou bem claro que teremos muito caminho para vermos o crescimento dessa garotinha.

Leia Mais: Teoria da Pixar.

O final do filme nos deixa um presente que me deixou marcado é que os nossos momentos mais felizes foram antecedidos por uma grande tristeza, assim foi como a Alegria descobriu que todas as memórias bases da Riley foram antecedidos por motivos fortes de tristeza.

Provavelmente quando algo nos deixa triste, acho que isso acaba trazendo um buraco bem grande para quando algo que nos deixará alegres inundar aquele novo buraco com uma felicidade inestimável, encontrar aquela menina/menino fantástico depois de ter terminado com o/a babaca do/a ex, seu time ganhar um campeonato no mesmo ano que perdeu o campeonato dos sonhos, reprovar na faculdade que queria em um ano e passar no próximo, reprovar no exame de carta na primeira e passar em sei lá quando, a dor de ver os pais separados, mas depois conseguir ter a alegria dos dois de uma maneira que só você terá, entre outros vários motivos Divertida Mente me marcou.

E a última cena do filme que nos mostra como é a cabeça de cada ser quando nos é mostrado o do cachorro, a do gato, a do motorista e a do garoto quando a Riley o cumprimenta nessa cena eu ri demais e a loucura que é na cabeça do garoto fantástico.

Enfim Divertida Mente nos coloca em um lugar totalmente novo, nos mostrando coisas que a maioria já passou, que é a fase da mudança de casa e que tudo nessa vida uma hora passa e nós sempre conseguimos nos adaptar nessa nossa nova jornada. Não esquece de comentar aí embaixo o que você achou sobre o filme e o que você espera das próximas continuações e até mais.

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Gustavo Woltmann disse:

    Nossa! Legal seu site, blog, estilo, formato de tudo! super show mesmo! Realmente seu trabalho é top e digno de ser reconhecido cada vez mais! Com que frequência você posta artigos? Tem canal no Youtube também? Ahh e se não estiver participando do evento la no Melhor Amiga, eu recomendo viu? Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s